quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Arrumações

Tenho um cachecol do Spartak de Moscovo. Não é aquisição recente. Trata-se de uma compra que fiz numa época distante. O Benfica tinha no meio-campo um velhinho espanhol chamado Chano, por exemplo, e eu começava a duvidar do meu clubismo - o caminho da fé não é feito de certezas, é feito de paixão. Por outro lado, havia um clube, o Sporting, que estava na Liga dos Campeões e os seus adeptos meus amigos e conhecidos teimavam em demonstrar-me, explicar-me, educar-me e chatear-me o juízo com exemplos, factos e histórias do seu clube, poderoso, forte e muito nobre. Depois aconteceu Champions e o Spartak deu-lhes três a zero. Em Alvalade. Um dos golos foi do Dimas na própria baliza (respect) e os outros dois do maestro Titov.

Dias mais tarde, à entrada do refeitório da minha faculdade, havia uma espécie de feira - umas bancas com aqueles artesanatos e jóias hippies, raparigas com tererés, djembés de enfeitar, cachimbos de água, missangas e um cachecol do Spartak. Optei pelo cachecol - até hoje não sei explicar porquê, mas também não me arrependo: é encarnado e branco, o que compõe muito bem a colecção, por entre os seis ou sete do Benfica, mais o gorro, os boxers e os dois jerseys (um é verdadeiro - n.º 10 Aimar, outro é da candonga e não diz porra nenhuma, mas é óptimo para as futeboladas e dá-me sempre muita sorte).

Hoje, porém, não é dia de deixar uma cachecol destes à mostra. Assim, antes de ir para o Estádio (com um bilhete que o meu amigo Manuel, furioso Benfiquista, gentilmente me ofereceu), decidi guardar o objecto numa caixinha adequada.

7 comentários:

No.Worries disse...

Eu queria era um chinelo desses (se for mesmo um chinelo)...

Diego Armés disse...

É mesmo um chinelo. O Glorioso chinelo. E tenho outro semelhante, para o pé esquerdo.

Hattori Hanzo disse...

FCSH, não?

Diego Armés disse...

Pois claro.

Rosana disse...

Muito bom! Diego, acho que podes guardar a "caixinha" e repetir o ritual mais vezes. Quanto aos cachecóis dos nossos adversários podes sempre pedir uns "empréstimos" a amigos e conhecidos.

Germano Bettencourt disse...

Quero ver esse ritual repetido. Eu mesmo trato dos fundos para esse projecto entusiasmante. Já me estou a imaginar campeão europeu. LINDO

cachecolglorioso disse...

Sou coleccionador de cachecóis, gostava de saber se estarias disposto a vender ou trocar esse cachecol ?

o meu mail é mail@cachecolglorioso.com

Abraço