quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Um brinde!

Um brinde a todos nós Benfiquistas, o momento é de celebração. Comove-me saber que terei o privilégio de ver o Sumo-Master com A Camisola durante mais um ano e meio (pelo menos, pelo menos...). É uma enorme honra tê-lo por cá. Este senhor consegue engrandecer o gigantesco emblema que ostenta.
Obrigado Benfica, obrigado Pablito.

10 comentários:

Joao Nuno Silva disse...

Excelente Notícia, Brindêmos ao Mestre então!

Tolan disse...

:) !

POC disse...

Obrigado Querido Líder! Ups, espera.

Pablo, enorme, gigante, incomparável.
É um orgulho ver alguém tão nobre com o Sagrado.
Que grande, grande notícia. Fico genuinamente feliz.

Diego Armés disse...

Eu devia escrever algo mais elegante sobre o assunto. Mas guardo-me para quando a emoção do momento não me toldar tanto o discurso. Aimar merece mais do que simples euforia plebeia - se bem que essa será sempre a melhor das alegrias da vida de um futebolista de topo num Clube como o nosso...

Germano Bettencourt disse...

A melhor noticia da semana, a ultrapassar a da Académica no Jamor.

Adoro a forma como te referes ao Manto Sagrado, destacando que é "A" Camisola. Só falhaste no "S"enhor.

Nunca vi o Pablo na Luz. Na Choupana estava muito nevoeiro. LOL... Mas vou ver este ano (época) depois do Diego ter prometido angariar fundos aqui no Blog.


Abraço

mago disse...

Benfiquistas all, let us rejoice!

Sabe bem acordar com uma noticia destas.

Ricardo disse...

Sai uma rodada a esta gente toda.

Hoje é dia de festa, irmãos. Brindemos pelo nosso Senhor.

Diogo disse...

Será que existe uma clausula para mais 1 anito?

É senhor para ficar na estrutura depois de pendurar as botas, como como o Saint Michel, mas que depois não o mandem embora.

Diego já está aberto o espumante?

pitons na boca disse...

Marquês? Mas... já tiraram de lá os lagartos que estavam a festejar o 19478º titulo da história do clube: o de vencedor da meia final de uma taça?
Ah, já só lá está o Edu Barroso. Ok, esse deve ser fácil de tirar de lá.

POC disse...

O que seria de nós sem o Barcelona do Campo Grande? ... Obrigado Sporting de Lisboa!

(jamais esquecerei o dia em que puxei por eles, no estádio deles, a ver se davam luta. ÉPICO)