quinta-feira, 5 de abril de 2012

Mais que um clube

O Benfica é mais, muito mais, que um clube. Ao contrário do Chelsea, que pode até um dia voltar a ser um clube mas que hoje não passa de uma exótica empresa de entretenimento de um magnata russo. O Chelsea é menos que um clube.

Eu vi o Ramires tirar uma bola de golo em cima da da linha de baliza. O Ramires tem mais que um clube. Ainda tem pedaços de Benfica nos afectos, apesar da espécie de clube que lhe paga. Ramires não fez de propósito. Mas não conseguiu fazer melhor, vacilou.

Eu vi o Raul Meireles fazer um golo e uma festa como se tivesse marcado pelo Porto, que é o seu clube. Porque à sua frente tinha o Benfica, o arqui-rival, a Nemésis. Isto é ser mais que um clube.

Fraco consolo, pois claro, vitória de pobre. Mais do que de um clube específico, é tradição muito nossa, muito portuguesa, a de encontrar pequenos feitos e vitórias onde os outros vêem objectivamente uma derrota, uma perda.

Eu só tenho um clube. Mas desta vez vou puxar pelo Barcelona. Que ganhem por muitos, por dezassete, por vinte e dois, por quarenta e oito. Tanto me faz, desde que seja por muitos.

7 comentários:

artnis disse...

Só tenho um clube!

Não sou contra nada, nem ninguém.

Ainda assim, não são do meu gosto as 'lavagens' feitas a sabão azul e branco, nem tampouco coisas às riscas.
Nem o Leixões (ou o Aves) se safam, embora se aproveitem as cores.

Sou só do Glorioso!

Somos um poucochinho do ENORME
SPORT LISBOA...e BENFICA!

Hugo disse...

Subscrevo...

Detesto o Barcelona mas desejo ardentemente que seja muda aos 5 acaba aos 10...

Germano Bettencourt disse...

E já somos 2, que seja por muitos.

bjorn disse...

no et preocupis

Anónimo disse...

"Fraco consolo, pois claro, vitória de pobre. Mais do que de um clube específico, é tradição muito nossa, muito portuguesa, a de encontrar pequenos feitos e vitórias onde os outros vêem objectivamente uma derrota, uma perda."

Também conhecido por vitória moral, até ontem um exclusivo sportinguista.

Tal como a conversa do "quase" e tal como a conversa dos árbitros.

Anónimo disse...

Apesar de tudo e talvez por isso mesmo, desejo que o Chelsea elimine o Barça, em pleno Camp Nou, com um golo irregular. Só para o Platini não ter a final que tanto deseja e, ainda por cima, da forma que mais dói. Na final, sim, que o Real de Mourinho e Ronaldo trucide este parque de diversões. ...apesar de David e de Ramires...

Diego Armés disse...

O Anónimo verá os seus comentário apagados se não começar a assiná-los.