sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

«Serás um bom Benfiquista»

Aparentemente, fazer um ano não basta. Para se merecer uma simples palavrinha, uma singela parabenização, este blogue tem de providenciar aos seus exigentes consumidores matéria literária em quantidade que justifique a maçada de se escrever um comentário com uma palavra (e um ponto de exclamação, se formos modernos). Recebi, até ao momento, quatro comentários (mais ou menos) de parabéns. Um deles, de um distinto sportinguista, selo de qualidade deste blogue, albino desta ninhada de leitores que atesta a pureza de gosto de quem por aqui pára. Assim sendo, aqui vai o que eu tenho para vos dizer hoje. É uma espécie de discurso que eu andei a ensaiar no banho e será valioso se conseguirem imaginar-me, não na banheira, mas antes no lugar de topo de uma longa mesa, com um cálice de Porto velho na mão, dirigindo-me a vós, brindando e agradecendo-vos. Mais ou menos.

Há um ano atrás, lembro-me como se tivesse sido ontem, estava eu assoberbado de trabalho e pensei “que se lixe! Eu gosto é do Benfica”. Pensadas estas palavras, deitei mãos à obra. Há quem defenda poeticamente que “o homem sonha, a obra nasce”, mas esta é uma verdade apenas parcial – qualquer ronda pelos arquivos do blogue demonstrará que foram uma meia-dúzia, se tanto, os textos que me saíram de sonhos, sendo que da última ocasião em que tal aconteceu o resultado foi um post vertiginoso e psicadélico. Portanto, neste blogue, “o homem trabalha e a obra cresce”! Esta, sim, é uma verdade rigorosa – o trabalho é fundamental, já que sempre que estou de férias, tenho muito mais que fazer do que escrever aqui.

Há um ano atrás – as memórias são-me tão nítidas, tão cristalinas, que ao invés de nostalgia, sinto o vigor de quem acabou de nascer –, disse para comigo: «Diego, se é para fazeres um blogue Benfiquista, não será para andares a relatar os jogos como se fosses um jornalista sem carteira profissional nem ordenado. Tens de fazer qualquer coisa que vá mais longe. Tens de conseguir que as pessoas te leiam sem dizeres coisas relevantes». Modéstia à parte, se aqui estamos hoje, eu a escrever e vocês a ler-me, é porque consegui: 365 dias, zero motivos de interesse, quase 40 mil leitores.

Hoje, um ano muito breve mais tarde, uma pequena vertigem depois do pontapé de saída – um ano? O que é um ano na História de um Clube centenário como o meu? –, sinto-me um bom Benfiquista. E todos os dias tento ser um Benfiquista melhor, partilhando convosco a nobre missão de adorar e venerar esse desporto extraordinário que é o futebol.

Obrigado por estarem aqui. À nossa!

15 comentários:

slb1958 disse...

Parabens meu! Continua assim por muitos mais para que possamos continuar a apreciar bons conteúdos e muito bem escritos.
Conheci este blog por via de outros(sim porque pelo nome nunca mais lá chegava) também eles muito bons, como por exemplo: "A Mão de Vata", "Ontem vi-te no Est... na Catedral" Hé!Hé!.

Abraço

SLB1958

Constantino disse...

Diego,

Escrever sem dizer coisas relevantes é do mais complicado que há. Normalmente só existem duas formas de o fazer: escrevendo sem dizer coisas relevantes... de modo pateta, conquistando o leitor pela incredulidade de não acreditar que alguém tem coragem para descer tão baixo(o que eu tento fazer); escrevendo sem dizer coisas relevantes... de modo inteligente, conquistando o leitor pela inveja de não o conseguir fazer tão bem (como tu o consegues fazer). Seja qual for a forma escolhida, o importante é que o leitor chegue ao fim e pense: ou muito me engano ou este gajo é Benfiquista. É mais ou menos o que eu estou a pensar...

(obrigado pelo link do El Tino)

Abraço.

ZeduViana disse...

parabéns

Here Comes The Rain disse...

Parabéns e uma boa continuação de óptimo material literário.

Germano Bettencourt disse...

Pronto, no post abaixo esqueci o pormenor do "parabéns". Mas porra, dou-te os parabéns todos os dias que te leio, porque se me dou ao trabalho de fazer um clique e, visitar o teu humilde cantinho, estou já, de alguma forma a parabenizar a tua escrita.

Sou daqueles que inveja a tua escrita e, sou daqueles que dou graças a Deus, por ser um gajo Benfiquista a escrever assim.

És, para mim, o RAP dos blogues.

Um abraço dos Açores.

PS: Parabéns.

Ginha disse...

Muitos Parabéns e principalmente muitos mais anos de Gloriosa escrita... Abraço

Bruno Avelar Rosa disse...

Eu também costumo andar por aqui e delicio-me com o teu benfiquismo "à Artur Semedo". Faz-me gostar mais de futbol, mesmo sendo portista. Abraço do Kata. Continua!

Bcool973 disse...

Venha mais um ano ...
Para já, fica-te com esta:
http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Benfica/interior.aspx?content_id=735845

Ricardo disse...

É um blogue que sim.

Pena não teres mais aqueles posts em que relatas como o jogo se passou: "À passagem da meia-hora, Witsel teve uma jogada perigosa" ou aqueles em que podias fazer antevisões: "para o jogo do Setúbal, o Benfica tem muitas baixas, prevêem-se algumas dificuldades visto que o clube do Sado é muito bem organizado na zona central". Pena, muita pena. Podias também passar as notícias dos jornais para aqui. Bastava umas aspas e às vezes nem isso.

Mas é o que temos. Escreves umas coisas e a malta até gosta. Parabéns ao blogue, acima de tudo. É um gajo porreiro o 227218.

mago disse...

"O RAP dos blogues" e' uma definicao do catano. Se bem que o RAP comecou a aparecer efectivamente pelos blogues, mais especificamente no gato fedorento... Mas divago, "o RAP dos blogues" e' uma definicao do catano e assenta na perfeicao.

Tal como "Benfiquismo sentimental", ou "existencialismo futebolistico". Nao sei se ja' tinha dito, mas e' do catano.

Abraco.

RP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Passaralho disse...

!

Mario Rui disse...

Parabens e...vir mais uma vez viver para Inglaterra, gracas a crise, adiar a viagem por um dia para ainda ter tempo de ir a Luz ver o Glorioso contra o Rio Ave...e comprar um PC q nao tem tils, circunflexos e outras perolas da nossa ortografia, pq ja nao aguentava estar aqui sem ler as postadas do outro mundo q se publicam por aqui e nao so!! Parabens Diego, e nao pares nunca!!
Saudacoes Benfiquistas.

matrafisco disse...

uma palavra

Vareta disse...

O senhor da cadeira de rodas pediu-me que escrevesse "alinu". Não sei se quer dizer parabéns em letão. Um ano é um ano e os blogs são quase um arcaísmo, ao ponto de gente tão tonta como o Colin Quinn já os incluir em material requentado de comédia em pé. Ainda assim, seja na cunicultura, seja no eco passado de guitarradas, seja na numerologia tingida a vermelho, o que a gente quer é que tu escrevas, tão cardioconcêntrico como sempre. Vá.